quarta-feira, 23 de maio de 2012

Regularização de Terras


Representantes da SPU (secretaria do patrimônio da união) vieram a Xapuri na manha do dia 17 de maio para fazer a 1ª audiência publica voltada a explicar o caso de regularização de terras dos povos ribeirinhos. A SPU trabalha com o propósito de auxiliar e ajudar todos aqueles que moram nas margens dos rios.
A reunião foi realizada no auditório do Sindicato dos Trabalhadores rurais e contou com a presença de 5 membros da SPU, produtores rurais, representantes da secretaria de agricultura e produção e ainda vários moradores de nossa cidade que também possuem terras nas margens de rios.
Sebastião Oliveira, coordenador do programa Nossa Floresta relata “com o TAUS, (termo de autorização do uso sustentável), disse que os povos ribeirinhos terão a oportunidade de ter mais um comprovante de uso próprio de suas terras, sem contar que estarão protegidos pela união, e que, com esse documento facilitará as suas vidas quando forem se aposentar”. Ele deixou claro que as terras das pessoas não serão mexidas de nenhuma maneira, somente aquele pedaço que liga a margem do rio, quem mora a 70 ou 80 metros das margens é considerado ribeirinho e tem o direito de fazer o seu cadastro, para que assim possa ter suas terras regularizadas.
Pela manha foi feito o pré-cadastro, e brevemente, os membros da SPU estarão indo até as localidades inscritas realizando o cadastro oficial. Hoje são cerca de 40 famílias beneficiadas pelo TAUS (termo de autorização do uso sustentável) em Xapuri.
Jonathan Matheus
← Anterior Proxima → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário