domingo, 24 de junho de 2012

Regularização Fundiária


Bira Vasconcelos entregará títulos na próxima quinta-feira em Xapuri
Compromisso assumido com a população xapuriense em seu plano de governo o prefeito Bira Vasconcelos que desde 2009 batalhava judicialmente com ajuda dos herdeiros da família Koury proprietária das 71 hectares  que fazem parte hoje da zona urbana do município com 1.101 imóveis e  mais de 5 mil pessoas morando nessa área da cidade onde não se tem titularidade dos imóveis.
Na ultima semana o juiz de direito da Comarca de Xapuri Luís Gustavo Alcaide Pinto encerrou o processo autorizando a prefeitura a emitir títulos definitivos, “Autorizo a Prefeitura Municipal a emitir os títulos definitivos, desde que haja um projeto de execução e ainda, não seja cobrado qualquer taxa ou quantia para emissão, exceto a cobrança referente ao Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU)” ressaltou o magistrado.
Bira Vasconcelos convida toda a população xapuriense para um  grande ato que acontecerá na próxima quinta-feira dia 28 de junho a partir das 18 horas no salão paroquial da Igreja de São Sebastião para tirar duvidas, ouvir a população  e entregar os primeiros títulos definitivos dessa área da cidade.
Depois da divulgação da regularização fundiária de Xapuri via internet, vários outros municípios começaram a se mover em busca da regularização de suas terras espelhada no processo movido por Bira em Xapuri.
 “Estou muito feliz por poder cumprir mais esse compromisso assumido por mim à população de Xapuri, quero agradecer as pessoas que assim como eu acreditavam que conseguiríamos, o seu Pedro Vieira que já faleceu e acreditava muito nisso, ele me dizia que foi um dos primeiros moradores do bairro do Pantanal eu vou entregar o titulo para sua família e outras pessoas que tiveram coragem de sair de sua casa alugar outra casa a espera dessa regularização para financiar a reforma de sua casa”. Bira lembrou do bom momento que o município vem passando com  aquecimento da economia com geração de emprego no campo e na cidade e com muitas construções, abertura de lojas e supermercados, “temos grandes lojas de materiais de construção que cresceram nos últimos anos e tivemos a chegada de mais uma loja que veio acreditando na economia da nossa cidade  gerando empregos, deixando imposto para o município e oferecendo bom preço à população”, em 2010  um milheiro de tijolo chegou a ser vendido a quase seiscentos reais hoje custa quatrocentos e sessenta reais.
Com a entrega dos títulos é esperado um aquecimento ainda maior no setor da construção civil que já se encontra aquecido em Xapuri, com a regularização fundiária as pessoas poderão buscar financiamento para construção e aquisição da casa própria na área regularizada.

← Anterior Proxima → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário