quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Pesquisa da Fecomércio aponta bom desempenho do comércio em Xapuri


O levantamento foi realizado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, através do Instituto Fecomércio de Pesquisas Empresariais do Acre - IFEPAC aponta que 42% dos empresários se dizem satisfeitos com o desempenho do comércio em Xapuri, entre os anos de 2007 e 2009.
Para eles, as fábricas de tacos de madeiras e de preservativos de látex de borracha natural, que geraram empregos na economia do município, aumentaram o volume de dinheiro em circulação no município.
A pesquisa foi realizada com empresários que possuem empreendimentos de micro e pequeno porte. Todos do ramo do comércio varejista de bens considerados essenciais ao consumo doméstico, de alimentos, vestimentas, medicamentos e outros materiais de saúde, dentre outros.
Enquanto isso, 58% afirmam que o mercado se manteve estável, ou até mesmo, decadente, nesse mesmo período.  De acordo com os entrevistados os investimentos foram insuficientes e os níveis de preços inviabilizaram uma evolução positiva do comércio local.
Os 42% dos empresários que apontam crescimento, estimam média de 20% ao ano. Além disso, demonstram boas perspectivas para 2011 em razão da melhora da economia local (28%) com aumento da massa salarial (8%), dentre outros fatores. Já os que afirmam desempenho foram aquém do esperado, dizem que o crescimento foi de 10% ao ano.
A carga tributária e os encargos sociais a que as empresas são submetidas são fatores que restringem o desempenho operacional, na opinião de 42% dos empresários. Outra grande preocupação é a escassez de recursos humanos qualificados no mercado de trabalho local.
O levantamento foi feito com 36 estabelecimentos comerciais do município de Xapuri diagnosticando que a cidade vive atualmente uma experiência da industrialização de produtos da floresta (borracha, castanha e madeira), através da fábrica Natex, que fabrica preservativos naturais utilizando a borracha natural retirada das reservas extrativistas da região.
fonte: Fecomercio
← Anterior Proxima → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário