sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Inclusão, trabalho e renda para Xapuri e Alto Acre


Tião anuncia investimentos em produção sustentável, industrialização e infra-estrutura.
Produção agrícola com respeito ao meio ambiente, ruas pavimentadas – que geram, além de qualidade de vida, mais saúde à população – e inclusão social através do desenvolvimento econômico, com respeito ao meio ambiente. Esta é a matriz do governo Tião Viana, que levou a maioria de seu secretariado e se transferiu para o Alto Acre, onde permanece até o próximo sábado, para apresentar o plano de governo e anunciar investimentos nos municípios da região.
“Produção, trabalho, industrialização, saúde. Tudo isso faz parte da nossa agenda prioritária do Governo, sempre com respeito ao meio ambiente e com o apoio da presidente Dilma”, comentou Tião Viana.
A agenda governamental teve início em Xapuri, onde o governador anunciou a duplicação da fábrica de preservativos, que passará a produzir 200 milhões de unidades por ano e receberá um investimento de R$ 14 milhões. Tião também anunciou a construção de uma nova indústria no município, a fábrica de luvas cirúrgicas, orçada em R$ 36 milhões.
O governador lembrou o slogan de sua gestão: “Servir de todo o coração”, e disse que um dos compromissos de seu governo é servir ao povo do Acre com humildade e transparência.
“O Jorge e o Binho atravessaram as fases mais difíceis, as ações mais demoradas. Agora o tempo é mais breve, estamos na fase de chegar perto das pessoas, porque eles nos deram essa condição. O compromisso está selado e são muitos os desafios pela frente, mas estamos de mãos dadas para trabalhar pelo povo do Acre”.
Pavimentação é uma das metas do governo
Outra boa notícia em Xapuri foi dada pelo diretor do Departamento de Pavimentação e Saneamento (Depasa) antigo Deas, Gildo César Rocha, que é a pavimentação de oito quilômetros de ruas, 51% do total da demanda do município.
“Nós mapeamos todos os municípios e registramos um total de 646 quilômetros de ruas que precisam ser pavimentados. Hoje nós anunciamos a pavimentação de oito quilômetros aqui em Xapuri e estamos discutindo metodologias e financiamentos com os demais municípios. A nossa meta é ousada, vamos pavimentar todas as ruas do Acre”, explicou Gildo.
Em Xapuri o Depasa está finaliza a instalação de hidrômetros em toda a rede de água, o que vai permitir abastecimento 24 horas por dia em todas as casas.
2,4 mil hectares de seringueiras
Os empreendimentos industriais de base florestal instalados em Xapuri nasceram com um motivo nobre: consolidar os ideais do líder seringueiro Chico Mendes, que lutou pelo desenvolvimento sustentável e a valorização das populações tradicionais, transformando a economia acreana de forma inteligente, aliando o crescimento econômico com a inclusão social e produtiva.
Os objetivos estão sendo alcançados. Uma das provas é a Nátex, que gera 160 empregos diretos e trabalha com 600 famílias extrativistas, que abastecem a indústria com látex de seringais nativos. Para suprir as necessidades da fábrica de camisinhas, que será duplicada, e da futura fábrica de luvas cirúrgicas, o governo anunciou o plantio de 2,4 mil hectares de seringueira em Xapuri, Epitaciolândia, Brasiléia e Assis Brasil.
O manejo madeireiro também foi contemplado e vai receber investimentos na elaboração de 48 mil hectares de planos de manejo, além de envolver projetos comunitários para 160 famílias.
Revisão das Multas
O governador Tião Viana anunciou a revisão de todas as multas aplicadas em 2010 pelo Ibama e Imac. “Se as pessoas que erraram porque não tinham outra opção puderem ter outra chance e se encaixar dentro de uma política ambiental, com melhoria da qualidade de vida, da produção econômica, essa pessoa vai aceitar”, disse o governador.
Cadeia produtiva do feijão recebeu 16 toneladas de sementes e uma unidade beneficiadora
A inclusão das pessoas através do desenvolvimento econômico é um dos eixos do governo Tião Viana, que está empenhado em transformar a economia acreana através da produção sustentável e da industrialização. Além do grande investimento na piscicultura, faz parte da política de produção o fortalecimento de cadeias produtivas estratégicas, como o feijão, a fruticultura e suinocultura. O exemplo do que ocorre com as aves, numa parceria público, privado, comunitário, será replicada em outras cadeias.
O Alto Acre será, em breve, um grande produtor de feijão, ao lado de Marechal Thaumaturgo. Para impulsionar esta cadeia a Secretaria de Produção Familiar (Seaprof), entregou 16 toneladas de sementes de feijão que foi distribuída entre os municípios da região.
Mas, para desenvolver, não basta produzir. É necessário beneficiar. Por isso o Governo do Estado também assinou um convênio com a Coopergrãos para instalar uma unidade beneficiadora de feijão.
 
Principais Investimentos e ações:
Lançamento do programa de pavimentação
R$ 1 milhão para o programa de compra antecipada da produção 2011
Investimentos na elaboração de planos de manejo, incluindo o atendimento de 160 famílias
Revisão das multas ambientais aplicadas pelo Ibama e Imac
Lançamento do edital da Lei de Incentivo ao Esporte
Anúncio da dispensa do licenciamento ambiental para empreendimentos de até cinco hectares de lâmina dágua
Plantio de 2,4 mil hectares de seringueiras em Assis Brasil, Brasiléia, Xapuri e Epitaciolândia
Entrega de 16 toneladas de sementes de feijão

Fonte Agência de Notícias do Acre.
← Anterior Proxima → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário